Vice-presidente da Avivar faz balanço anual do agronegócio avícola nacional ‹ Voltar

Antônio Carlos é vice-presidente da Avivar Alimentos e presidente da Associação dos Avicultores de Minas Gerais (AVIMIG).

 

O agronegócio avícola nacional é um dos segmentos responsáveis pelo desenvolvimento da economia brasileira e, sobretudo, contribui ativamente para o equilíbrio da balança comercial do país. Entretanto, na contramão desse cenário de progresso, a avicultura brasileira viveu, em 2018, momentos de instabilidade interna e externa que, comprometeram a sustentabilidade do setor. “Presenciamos no início do ano uma grande crise de abastecimento de matéria prima. Já no fim do primeiro semestre, fomos surpreendidos por uma calamitosa greve de caminhoneiros e um embaraçoso embargo das exportações para a união européia. Ainda dentro desse contexto de crises, vivemos um quadro conflituoso da oferta global da carne de frango”, pontua Costa.

O momento foi tão desafiador que, obrigou inúmeras agroindústrias a ajustarem seus processos e sistemas para superarem a queda da demanda, os altos custos de insumos e os entraves internacionais. Em casos mais graves, algumas empresas correram risco e até declinaram suas atividades. Por outro lado, foi durante essa crise generalizada na avicultura que todos os elos do setor se uniram para superar as adversidades impostas e seguir em frente. “Agroindústrias, produtores rurais, fornecedores, entidades e órgãos públicos se mantiveram atentos e comprometidos em promover o fortalecimento do segmento por meio do alinhamento de arestas que comprometeram a robustez e a representatividade econômica do setor”, ressalta o vice-presidente da Avivar.

Segundo o presidente da Avimig, a associação teve um papel fundamental dentro desta conjuntura ao promover o estreitamento das relações com os setores públicos responsáveis pela definição das políticas que alcançam a avicultura e que são fundamentais ao agronegócio avícola mineiro. “Em 2018, a entidade estimulou seus associados a investirem em tecnologia, automatização, genética e controle sanitário. De maneira idêntica, se responsabilizou em buscar junto aos governos estadual e federal a minimização das burocracias tributárias, logísticas e trabalhistas existentes, que encarecem os custos das empresas e exigem a alocação de recursos em atividades alheias ao processo produtivo avícola”, destaca Costa.

A avicultura mineira de corte e postura, impulsionada pela Avimig, vêm alcançando anualmente uma posição estratégica no cenário nacional e nas estatísticas de exportação do país. E por isso, tanto o agronegócio avícola do estado quanto o brasileiro entram, em 2019, com ares de prosperidade, uma vez que, as movimentações produtivas e de políticas públicas para superar a crise, que impactou negativamente o setor em 2018, serão molas propulsoras para colocar o setor nos trilhos novamente. “Para além dos desafios e expectativas do segmento para o próximo ano, um fato é indiscutível: a produção da carne de frango brasileira continuará ocupando um lugar de destaque no mercado alimentício nacional e, sobretudo, internacional”, finaliza o presidente da associação.

Contato

Ou entre em contato

Endereço

Povoado dos Teixeiras, s/nº | Zona Rural
São Sebastião do Oeste/MG
CEP: 35.567-000

Contato Matriz

(37) 3286-2000

Contato CD Contagem

(31) 3369-2500

Contato CD Uberlândia

(34) 3225-9777

SAC Avivar

(37) 3286-2045
sac@avivar.com.br (37) 3286-2045
Assunto:
Sexo:
Desenvolvimento de Sites em Lavras Criação de Sites em Belo Horizonte Agência Digital Belo Horizonte